Adubação foliar para equilíbrio de nutrientes na plantação!

Adubação foliar na palntação

A adubação foliar, assim como a adubação do solo, busca fornecer nutrientes, porém, não para a terra, mas sim diretamente para a planta. A técnica tem se popularizado entre produtores e agrônomos, com objetivo tornar suas plantações mais eficientes.

Abaixo, separamos diversas informações sobre adubação foliar para que suas plantas cresçam com mais equilíbrio de nutrientes durante a plantação.

O que é a adubação foliar?

A técnica que consiste na fertilização de plantas e alimentos tem trazido ótimos resultados para os produtores. Sua resposta garante resultados acelerados, assim, permitindo que qualquer deficiência possa ser corrigida durante a estação de crescimento.

Existem dois tipos de adubação foliar:

adubação foliar complementar: essa técnica é feita de forma complementar o fornecimento de adubos via solo ou água, fornecendo nutrientes específicos quando há grande exigência em determinada cultura. Um exemplo é a aplicação de boro em repolhos e mamões;

adubação foliar de correção: esse tipo de adubação foliar tem o intuito de corrigir deficiências de nutrientes em determinado estágio de desenvolvimento da planta, como por exemplo, a falta de cálcio na fase de floração e frutos do tomate.

Plantações indicadas para receberem adubação foliar

A técnica de adubação foliar, ao contrário do que muitos pensam, é uma forma de fertilização que pode ser aplicada em qualquer tipo e tamanho de planta. Porém, é indispensável fazer um estudo sobre a região que será fertilizada. Isso irá garantir melhores resultados, já que será possível entender as necessidades da plantação e aplicar os fertilizantes ideais para cada caso.

Vantagens da adubação foliar

As vantagens do uso dessa técnica de adubação são muitos, mas o de grande destaque é o aumento de produtividade da lavoura. Com ela, não existirão riscos de subnutrição das plantas que não receberam quantidades insuficientes de nutrientes.

Mas cuidado, como dissemos antes, é necessário entender a necessidade da sua lavoura para que as plantas não recebam uma sobredose de nutrientes.

Além disso, o custo benefício da utilização dessa técnica é baixo, pois as doses usadas de fertilizantes são menores e focadas, evitando desperdícios e a necessidade de estocar grandes volumes de produção.

Aplicação da técnica de adubação foliar

No caso de pequenos agricultores, a adubação foliar pode ser feita através de soluções em borrifadores. Já para médios e grandes produtores, que buscam uma maneira mais eficiente de garantir um plantio de qualidade, otimizando recursos de realizar a fertilização, o uso da fertirrigação é um ótimo aliado para ser adotado.

Outras formas de aplicações podem ser:
– na forma de adubos químicos, fornecendo macro e micronutrientes;
– com adubos orgânicos, a partir de substratos naturais;
– em soluções concentradas de aminoácidos;
– na forma de adubos naturais, desenvolvidos a partir de outras plantas e alimentos os quais fornecem seus próprios nutrientes para formar fertilizantes.

O que você está fazendo para melhorar sua produção?

Contar com uma produção otimizada custará tempo, dedicação e recursos. A adubação foliar é uma ótima opção em questão de custo benefício, quanto para aumentar a qualidade da sua produção. Para melhorar sua plantação de forma econômica e eficiente, faça o uso da adubação foliar junto a fertirrigação.

Aqui no blog, já falamos os motivos para investir em fertirrigação, passa lá para uma leitura complementar! Com ajuda dela, haverá redução da compactação do solo, maior controle de nutrientes e a diminuição das perdas por lixiviação.