Fique sabendo tudo o que for relacionado a irrigação.

Ver mais notícias

Agricultura de precisão: veja como a tecnologia evolui no agronegócio

Leonardo Borja – Tecnologia no Campo

Agricultura de precisão é a junção da prática milenar de cultivo de vegetais com a tecnologia, gerando uma maneira mais controlada e eficaz de produção. Se baseia num sistema integrado que capta informações do solo, analisa o que se passa na região e gere os insumos para aplicá-los no local correto e na quantidade adequada.

A tecnologia está em todos os lugares. Do carro elétrico ao smartphone, o futuro já chegou. Que o mundo digital também já chegou na agricultura não é novidade para ninguém. A chamada Agricultura 4.0agricultura de precisão ou agricultura digital, já é realidade no mundo todo, e o Brasil não está ficando para trás.

Pensando nisso o pessoal do Tecnologia no Campo fez esse artigo para nos explicar melhor sobre esse assunto que cresce cada vez mais.

A utilização de drones na agricultura, dos equipamentos autônomos, e a internet das coisas (IoT) revolucionaram e continuam revolucionando o setor agro, com o objetivo de maximizar os resultados e diminuir os desperdícios.

Novidades chegam a cada semana e sempre ouve-se falar de novas empresas pioneiras em tecnologias no campo. Dessa maneira, cabe ao produtor rural entender todos os processos e possibilidades dentre esse terreno imenso de informações para conseguir se manter no mercado e evitar ser engolido pela tecnologia.

Esse post é para você que quer dominar os principais conceitos do universo da agricultura de precisão, além de descobrir e entender as principais técnicas para conseguir os melhores resultados no campo.

O que é agricultura de precisão?

Agricultura de precisão é a junção da prática milenar de cultivo de vegetais com a tecnologia, gerando uma maneira mais controlada e eficaz de produção. Se baseia num sistema integrado que capta informações do solo, analisa o que se passa na região e gere os insumos para aplicá-los no local correto e na quantidade adequada.

Modelo Convencional de Agricultura

O modelo convencional de agricultura, ainda muito comum no Brasil, já ficou para trás. Nesse modelo antigo, os campos de plantio são entendidos como homogêneos.

Muitas vezes regiões extensas podem ter características semelhantes, mas alguns fatores importantes para agricultura, como características do solo, podem variar drasticamente de uma pequena área para a outra. Cada pequena porção de terra necessita uma quantidade específica de fertilizantes, de irrigação e de defensivos.

Tratar as regiões como homogêneas e utilizar esses insumos médios e com igual formulação para toda área, o que acontece no modelo tradicional, ignora essas diferenças. Algumas regiões recebem quantidades excessivas desses insumos (desperdício). Outras regiões recebem poucos insumos (insuficiência).

Resultado? A lavoura não tem produtividade uniforme e nenhuma dessas áreas consegue ter maximizada a produção, sendo por excesso ou por falta de insumos.

Modelo da Agricultura de Precisão

O modelo de produção da agricultura de precisão usa de máquinas, tecnologias e controle do agricultor para monitorar as informações da área plantada, tratando cada pequena área como única, reconhecendo as diferenças de cada região.

Esse método traz vários benefícios para o produtor. Dentre as vantagens da agricultura de precisão estão:

1 – cada local tem sua produtividade maximizada

2 – insumos (água, fertilizantes, defensivos…) não são desperdiçados

3 – menos danos ao solo e ao meio ambiente

De forma resumida, a agricultura de precisão gera um aumento da produtividade de forma mais sustentável do que os métodos tradicionais.

Agricultura de precisão na prática

Agora que já sabemos o que é a agricultura de precisão, vamos entender mais como se pode usá-la na prática para aumentar a lucratividade da sua lavoura.

O primeiro passo é entender o que está passando atualmente no solo. A análise de frações de talhões em laboratório dá informações sobre o que cada espaço de terra precisa. O uso de drones não tripulados, por exemplo, também consegue informações sobre a lavoura.

Com as informações obtidas, pode-se montar um mapa de aplicações. Pronto, até esse ponto já sabemos o que está acontecendo. Mas e agora?

O uso de sistemas de telemetria permite ao produtor agrícola controlar a qualidade e quantidade dos insumos aplicados. Quando instalados em pulverizadores, os agricultores controlam à distância a aplicação de fertilizantes e defensivos de acordo com a necessidade de cada área.

E não para por aí. Cada dia novas tecnologias e equipamentos chegam e complementam a agricultura de precisão, trazendo cada vez mais resultados.

Para gestão de todo esse sistema na lavoura, o produtor pode usar os softwares agrícolas. Esse software ajuda na organização das informações da produções e na tomada de decisão mais assertiva por parte do produtor.

NDVI e a agricultura de precisão

Um das formas de mapeamento mais faladas na agricultura é o chamado NDVI, sigla para Normalized Difference Vegetation Index ou, traduzindo, Índice de Vegetação da Diferença Normalizada.

O sistema NDVI usa da luz refletida de cada planta para gerar um mapeamento do plantio e a localização de plantas daninhas.

Drones para Agricultura

O uso de drones na agricultura se torna cada vez mais comum. Os chamados VANTs (Veículos Aéreos não Tripulados) conseguem identificar pragas e doenças, além de localizar deficiência nutricional em partes específicas da lavoura. Com essas informações, o agricultor pode controlar a distribuição dos insumos.

Outra aplicação muito falada hoje em dia para os drones é a pulverização. Com os mapas da propriedade, conseguimos pulverizar assertivamente talhões dependendo de sua necessidade.

Equipamentos Autônomos na Agricultura

Grandes players do mercado que trabalham com maquinário agrícola já perceberam a necessidade de adaptação ao mercado e começaram a oferecer soluções para facilitar a vida dos agricultores.

Já existem no mercado tratores, adubadores, colhedoras e pulverizadores controlados à distância. É a parte prática da agricultura de precisão, onde os equipamentos autônomos aplicam fertilizantes e defensivos de acordo com a necessidade de cada área, que foi localizada no mapa de aplicações.

Softwares para gestão agrícola

Os softwares para gestão agrícola também podem ser considerados parte da agricultura de precisão. Isso acontece porque, com esses recursos, o produtor realmente consegue entender tudo o que está acontecendo em sua propriedade.

Esses softwares são voltados para melhoria dos resultados do produtor rural. Auxiliando desde a gestão agrícola até o controle da produção, os softwares agrícolas fazem com que o produtor tenha as informações da sua propriedade na mão e consiga tomar decisões mais assertiva e facilmente.

Gostou de saber mais sobre a agricultura de precisão? Aproveite e leia também esse conteúdo sobre o que é forragem. Até a próxima!

 

Compartilhar