fbpx

A adubação foliar realmente funciona? Como fazer?

Folhas de planta com gotículas de água

O que você já ouviu sobre adubação foliar? Muitos produtores se questionam sobre a eficiência dessa técnica, provavelmente você também.

Apesar de as opiniões estarem divididas, o fato é que os resultados desse método de adubação dependem diretamente de como você faz o manejo da cultura e até das espécies que cultiva.

Como funciona a adubação foliar

As técnicas mais comuns de adubação levam os nutrientes para as plantas através do solo, fazendo com que as plantas os absorvam pela raiz. Já na adubação foliar, as plantas absorvem os nutrientes pelas partes aéreas, principalmente na superfície das folhas.

Por onde as folhas absorvem a adubação?

Na superfície das folhas, existem duas partes que são responsáveis pela maior parte da absorção dos nutrientes: a cutícula e o estômato. Na figura abaixo, apontamos onde essas regiões ficam:

Estrutura da folhas

Como acontece a absorção?

Os estômatos das plantas absorvem nutrientes quando ocorre o processo de evapotranspiração. Isso porque ocorre uma pressão negativa para dentro das folhas e, quando se coloca a solução nutritiva na região, os nutrientes entram.

E nas cutículas, a penetração acontece através das rupturas e/ou microcanais que possibilitam a passagem da solução nutritiva. Depois de passar pela cutícula, os nutrientes da adubação foliar penetram por outras camadas internas da folha, como o plasmalema, simplasto e ectodesmas, para então se espalhar pelas células e demais partes do sistema.

A adubação foliar funciona como complemento à principal?

Sim. A adubação através do solo não tem tanta capacidade para fornecer os micronutrientes que são indispensáveis para a saúde da planta como o cálcio, zinco, manganês, entre outros. Através do solo, a absorção de macronutrientes é mais eficiente, como potássio e fósforo, porém, pode ocorrer a deficiência dos micros.

isso acontece porque os nutrientes são absorvidos e processos mais rápido pela planta quando aplicados sobre as folhagens, ao contrário da fertilização por solo.

  • Importante: o aproveitamento da adubação feita na superfície das folhas é considerada de curto prazo. Ou seja, você terá um melhor aproveitamento quando aplicar os fertilizantes em fases fenológicas (período de maior capacidade da planta).

A adubação foliar pode ser utilizada de forma complementar à adubação via solo, de forma suplementar para aumentar a produtividade ou de forma corretiva para repor nutrientes que estão em falta.

Para começar, é preciso escolher o fertilizante foliar correto, fazendo uma análise foliar para identificar como está a falta de nutrientes. Também é importante lembrar que os fertilizantes da adubação foliar devem ser usados em fases da plantação que poderão gerar mais produtividade.

Quais os benefícios da adubação foliar?

O resultado do plantio vem com sucesso se as plantas estiverem bem alimentadas, ou seja, com uma nutrição bem feita. Essa nutrição ocorre através da adubação e é por isso que utilizar técnicas que possam complementar o processo nutritivo é tão importante.

Entenda as vantagens da adubação foliar como técnica de nutrição para as plantas:

  • é feita de forma rápida e eficiente;
  • pode ser utilizada no manejo de praticamente todas as espécies de cultivo;
  • tem alto potencial produtivo, e as plantas dão resposta rápida à técnica;
  • pode ser aplicada em partes específicas da plantação.

Cuidados para a adubação foliar

Para atingir os objetivos da adubação foliar, é preciso tomar cuidados em relação a alguns fatores que podem influenciar no desempenho na técnica. São eles:

  • tecnologia de aplicação, para que a solução atinja a superfície foliar com eficiência;
  • temperatura do ar, sendo preferencial fazer as aplicações com umidade relativa alta e temperaturas amenas;
  • luminosidade alta, já que os estômatos das plantas se abrem na luz;
  • idade das folhas, porque a absorção é mais eficaz nas plantas mais novas;
  • soluções nutritivas, que devem ter o pH e forma química corretas conforme o nutriente que será aplicado.

Irrigação na adubação foliar

A irrigação é indispensável. Em qualquer cultura, a potencialização dos resultados se dá através da irrigação, que garante a produtividade mesmo em períodos climáticos instáveis, que podem prejudicar muito a saúde das plantas.

O que alguns produtores fazem, principalmente os criadores, é aderir ao sistema de fertirrigação, que também serve como complemento à adubação via solo e adubação foliar. Nesse caso, é possível misturar na água os dejetos de animais ou fertilizantes químicos.

Aqui no blog, já falamos sobre o papel da fertirrigação nos cultivos e como ela pode beneficiar o produtor em diversos aspectos da plantação. Vale a pena a leitura complementar se você ainda não aderiu a este sistema!

Powered by Rock Convert