Como recuperar o solo com 4 práticas

Mãos fazendo cuidado do solo

A degradação do solo é um problema que impacta profundamente a agricultura. Devido ao uso intensivo, ao desmatamento e até mesmo às queimadas, o solo perde muito de sua capacidade de plantio. Por isso, é importante que o produtor rural saiba meios de como recuperar o solo para não perder produtividade.

Veja algumas práticas que são realmente efetivas na recuperação do solo degradado e garanta sucesso no plantio da sua lavoura!

1. Aplicação de biocarvão

A aplicação de biocarvão é uma prática ainda pouco utilizada para recuperação do solo, mas que se provou muito eficiente, segundo uma pesquisa recente do Departamento de Geografia e Meio Ambiente da Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro.

Produzido a partir dos resquícios da queima de materiais orgânicos, o biocarvão ajuda a melhorar as condições químicas, físicas e biológicas do solo, contribuindo para sua recuperação.

A prática também diminui a acidez do solo, tornando-o mais fértil e propício ao plantio. Além disso, ele é uma alternativa sustentável, já que pode ser produzido até mesmo a partir da queima de lixo urbano.

Entenda o que é a degradação do solo e por que ela ocorre em plantios!

2. Plantio em linhas alternadas

Quem procura meios de como recuperar o solo já deve ter ouvido falar do plantio em linhas alternadas. Essa é uma prática reconhecidamente eficaz para recuperar as propriedades do solo e a produtividade em áreas degradadas.

Nesse estilo de plantio, cada linha de cultivo recebe um grupo de plantas de espécies diferentes. Veja a ilustração desse modelo:

Modelo de plantio em linhas alternadas de espécies pioneiras e não pioneiras
ResearchGate

É sabido que o cultivo intenso e prolongado de uma mesma espécie desgasta o solo, pois as plantas se alimentam sempre dos mesmos nutrientes.

Assim, trazendo espécies diferentes lado a lado, o plantio em linhas alternadas promove equilíbrio no consumo de nutrientes do solo e evita a degradação.

3. Sistemas agroflorestais

A adoção de sistemas agroflorestais é outra ótima forma de recuperar o solo. São modelos de plantio que imitam o bioma natural do local — ou seja, incluem a presença de árvores (frutíferas ou não), plantação de hortaliças e até mesmo a criação de animais.

O ideal é sempre optar por espécies de árvores e plantas nativas, utilizar adubação verde e isolar a área a ser recuperada até que as árvores cresçam.

Para que os sistemas agroflorestais funcionem no processo de recuperação de áreas degradadas, é necessário também escolher espécies que se propagam facilmente e cujo crescimento seja rápido.

4. Plantio de leguminosas

Por fim, uma das formas mais fáceis de recuperar o solo é plantar espécies leguminosas (como feijão, ervilha, lentilha, grão-de-bico, amendoim e vagem).

Esse grupo tem uma característica muito benéfica ao solo: a capacidade de capturar e fixar nitrogênio, um nutriente essencial para o crescimento das plantas.

Ou seja, os próprios vegetais produzem o nutriente de que precisam para se alimentar, contribuindo para a restauração do solo. Incrível, né?

Viu como recuperar o solo é possível com algumas práticas simples? Conte para a gente se esse artigo ajudou a melhorar a produtividade da sua plantação!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *