Fique sabendo tudo o que for relacionado a irrigação.

Ver mais notícias

Consequências do clima na safra 19/20

Consequências do clima na safra 19/20

As condições do clima afetam diretamente a produtividade das lavouras, sendo uma das principais preocupações do produtor. As consequências da falta de cuidados com o clima na produção pode provocar atraso na instalação da cultura, favorecer a incidência de pragas e até impactar no momento da colheita.

A projeção para a safra do final de 2019 e 2020, por conta do fim do fenômeno conhecido como El Niño, é o atrasado da estação de chuvas, exigindo um maior cuidado e planejamento por parte do agricultor.

O que são o El Niño e La Ninã e como afetam na produção

O El Niño e o La Niña são fenômenos climáticos que dizem respeito ao aquecimento e resfriamento das águas do oceano pacífico. Esses fenômenos ocorrem periodicamente, ocasionando efeitos em várias partes do mundo e prejudicando os envolvidos no agronegócio.

Ilustração diferenciando o fenômeno El Niño e La Niña

Brasil Agro

El Niño

O El Niño é o fenômeno que resulta do aquecimento anormal das águas do Oceano Pacífico, mais precisamente na costa litorânea do Peru, onde as águas são normalmente frias.

Com isso, se favorece a formação de massas quentes e úmidas, aumentando o número de chuvas na região ao redor. Entretanto, os níveis de chuvas diminuem em outras regiões, como a Amazônia, o Nordeste brasileiro, a Austrália e Indonésia.

No Brasil, o fenômeno causa o aumento dos níveis de chuva principalmente na região Sul, mas também nas regiões Sudeste e Centro-Oeste, que ficam com o clima mais quente que o normal. E assim, diminuindo as chuvas, principalmente, na região Norte do país.

La Niña

O La Niña é exatamente o inverso do El Niño, sendo o fenômeno que ocorre por conta do resfriamento anormal das águas do pacífico, em virtude do aumento dos ventos Alísios. No Brasil, o fenômeno causa o aumento de chuvas na região norte e em parte do nordeste, e por consequência, a diminuição significativa na região sul.

O que esperar da safra 19/20?

Segundo a última edição (nº850) da revista A Granja, as temperaturas esperadas são acima da média nas regiões agrícolas, com menos precipitações. As chuvas nesse período devem atrasar e somente a região sul do país receberá pancadas de chuvas irregulares com mais frequência.

Esses fatores implicam diretamente na janela de cultivo da safra de verão, obrigando o produtor rural a pensar em ferramentas e equipamentos que o auxiliem no dia a dia da produção.

Além disso, segundo dados publicados pelo Centro Americano de Meteorología e Oceanografia (NOAA), o El Niño chegou ao fim. Com isso, a partir de outubro deste ano, os efeitos do fenômeno começam a perder a força. Assim, sem indícios da formação do La Niña, a previsão é de que o período regular de chuvas no Brasil volte ao normal no início de 2020.

Combatendo o atraso de chuvas na safra 19/20

Até que os efeitos do El Niño acabe totalmente, os produtores rurais precisam encontrar uma maneira de levar água até a plantação por meio da irrigação. Assim, é preciso ficar atento ao tipo de irrigação ideal para cada propriedade, considerando o tamanho da plantação, limitações do terreno, ponto de captação de água, entre outros.

Se você é um pequeno ou médio produtor rural, o sistema de irrigação por carretel IRRIGAT é o equipamento ideal para lidar com as consequências do clima na safra 19/20. Prático e efetivo, o equipamento é feito para melhor sua experiência com a irrigação, fazendo chover na hora certa.

Compartilhar