Fique sabendo tudo o que for relacionado a irrigação.

Ver mais notícias

Consumo de água na agricultura pode ser menor e mais efetivo

Consumo de água na agricultura pode ser menor e mais efetivo

Conforme dados da Agência Nacional de Águas (ANA), o Brasil deve ultrapassar o consumo de 2,35 milhões de litros por ano até 2030. Isso significa um aumento de 24% nos próximos onze anos.

A irrigação corresponde a uma parcela de 52% de toda a água utilizada na agropecuária em todo o país. Essa conclusão é resultado de uma avaliação dos dados de consumo de água na agricultura desde a década de 1930 em todo o país. Ainda, devem ser incorporados até três milhões de hectares produtivos nas terras do país até 2030.

Dentre as culturas que mais consomem água estão a cana-de-açúcar, em primeiro lugar, e o cultivo de arroz em inundação, em segundo.

Já entre os estados que mais consomem estão São Paulo, seguido de Goiás e depois, Minas Gerais. Na pecuária, a criação de gado responde pela grande maioria de água utilizada: 88% de toda a água destinada para o abastecimento animal.

Ainda, de acordo com especialistas, o uso inteligente e eficiente das técnicas de irrigação é algo que pode auxiliar pequenos e médios agricultores a economizar no uso da água.

De acordo com o Instituto de Economia Agrícola de São Paulo, para cada milímetro de água aplicado além do recomendado em uma área de 100 hectares, o risco de desperdício é de 1 milhão de litros de água. Este volume seria o suficiente para o consumo de 15 pessoas na cidade de São Paulo por um ano.

Dicas para reduzir o consumo de água na irrigação

Para saber como economizar esse importante recurso e também gastar menos na conta da água, confira a seguir algumas formas comprovadamente eficientes para economizar na irrigação da sua propriedade.

1. Calcule o índice de evapotranspiração de cada cultura. Dessa forma, você saberá o exato volume de água que deve ser recolocado no campo. Para este cálculo, o produtor deverá medir a chuva e a temperatura na área de cultivo;

2. Verifique se não há vazamentos nas tubulações e mangueira destinadas à irrigação para garantir que não está havendo desperdícios;

3. O horário entre 17h e 20h30 é considerado um pico de energia. Portanto, procure não irrigar durante este horário. Entre 21h e 6h, o valor é 30% mais baixo. A temperatura mais baixa do período noturno também aumenta a eficiência na irrigação;

4. Faça um mapeamento das nascentes de rio que estão localizadas na sua propriedade e invista na sua preservação ou recuperação;

5. Uma forma bastante eficiente de reter a água no solo e também de controlar o escoamento da água é construir curvas de nível. Assim você também mantém maior quantidade de matéria orgânica no solo, aumentando a fertilidade.

Otimize o consumo de água na agricultura e aumente seu lucro

Além de reduzir o consumo de água na agricultura com as boas práticas apresentadas aqui, também é possível economizar com sistemas de irrigação de baixo custo, usando uma técnica mais precisa. Fique por dentro dos métodos de irrigação mais econômicos do mercado. Até a próxima!

Compartilhar