Manejo de irrigação: o que é e como funciona

Irrigação

Um dos componentes mais importantes para vida orgânica é a água. Com ela, tudo cresce e se desenvolve perfeitamente. Em função disso, a água acabou se tornando um elemento indispensável para a produção agrícola. Entretanto, a falta ou o excesso dela pode afetar drasticamente o agronegócio, causando prejuízos.

Não é à toa que a irrigação está presente em diversos cultivos, justamente para beneficiar as distribuições de água pelas plantações em qualquer época do ano. Com isso, o manejo de irrigação precisa ser feito de forma adequada.

Mas, o que é o manejo de irrigação e como isso funciona? Para responder essa pergunta, fizemos um texto que conta tudo o que você precisa saber sobre o assunto e se conscientizar de vez sobre o manejo de irrigação. Confira!

O que é manejo de irrigação?

Este é um processo bem simples de se entender: o manejo de irrigação é um conjunto de técnicas que são usadas para administrar a disponibilidade da água em cultivos e plantações. Isso tudo é feito a partir de dados coletados para melhorar essa distribuição de água, com o objetivo de economizar diversos elementos da lavoura.

Atualmente é essencial que um agricultor invista em manejo de irrigação. Uma das maneiras de estar sempre melhorando o processo é analisar alguns dados sobre o terreno e o espaço em geral — sejam eles do solo, das condições atmosféricas e repartição da água —, pois isso garante a vida prolongada dos cultivos, alta produtividade nas terras e reduz o índice de melhoramento do solo e distribuição de água.

Como funciona o manejo de irrigação?

Como já dissemos acima, o manejo de irrigação é indispensável para o agronegócio e uma das etapas desse processo é analisar os dados gerais do cultivo para poder estar sempre otimizando esse manejo. Mas, basicamente, o manejo da irrigação funciona através de três tipos:

Manejo de irrigação integrado: esse tipo de método trabalha com informações coletadas do ambiente atmosférico e superfície onde estão plantados os cultivos, considerando níveis de evapotranspiração e a variação de umidade no solo. Com a junção desses dados, ficará mais fácil de saber a hora certa de irrigação o plantio, de forma efetiva e sem desperdícios!

Manejo da irrigação via solo: esse método considera as informações sobre a densidade, declividade e velocidade de infiltração da água na superfície para que a administração das águas utilizadas na irrigação seja bem planejada e realizada.

Manejo da irrigação via informações atmosféricas: por último, temos o método que analisa dados de evaporação de água do solo, transpiração das plantas e condições climáticas.

Entretanto, é interessante ressaltar que os três métodos de análise de dados das condições de um ambiente para a irrigação são importantes, por isso, escolher apenas um tipo de manejo pode ser impreciso e não potencializar, ao máximo, os resultados possíveis para o seu negócio.

Esperamos que você tenha gostado de entender melhor o que é o manejo de irrigação. Agora, o convidamos para conhecer os 3 melhores tipos de sistema de irrigação que são mais usados nos cultivos em geral. Confira!