fbpx

Rotação de culturas: benefícios e como adotá-la em suas plantações

Rotação de culturas

Quando se fala em atividades realizadas no meio ambiente, algumas alternativas são pensadas para que se respeite o tempo da natureza e se garanta o desenvolvimento esperado das plantas.

Uma das estratégias mais conhecidas no manejo do solo é a rotação de culturas.

Na prática, a rotação de culturas é realizar o plantio de mais de uma espécie vegetal na mesma área. São vários os benefícios que se recebe ao realizar esse tipo de manejo. Entenda mais aqui abaixo!

Por que fazer rotação de culturas?

O objetivo desta técnica é que o solo seja conservado e preservado. Isso porque quando você escolhe diferentes espécies vegetais para serem plantadas no mesmo local, os sistemas radiculares de cada uma auxiliam a amenizar o efeito de compactação do solo.

Esse fenômeno ocorre porque cada espécie tem exigências de nutrientes diferentes e isso acaba diminuindo a exaustão do solo. A rotação de culturas, portanto, visa equilibrar os atributos físicos, químicos e biológicos do solo por meio do plantio.

Esquema de rotação de culturas
Mundo Educação

Benefícios da rotação de culturas

Aproveitamento e saúde do solo são o foco principal desta técnica. Mas vale a pena conhecer mais a fundo os principais benefícios provenientes da utilização da técnica de rotação de culturas:

  • A diversificação no cultivo de espécies ajuda a renovar o solo e reciclar suas propriedades nutritivas;
  • Gera uma proteção natural do solo contra a proliferação de pragas, doenças, fungos e insetos. Consequentemente, aumenta-se a produtividade e diminui-se o gasto com pesticidas;
  • A compactação e exaustão do solo é evitada, promovendo uma melhor infiltração da água pelos poros e aumentando a atividade biológica da terra;
  • A produção torna-se mais estável, além de permitir que o solo se mantenha conservado e fértil por mais tempo;
  • Viabiliza o sistema de plantio direto (SPD), para os agricultores que querem aderí-lo.

Como adotar a rotação de culturas

Para que a rotação de culturas funcione da forma correta e você possa aproveitar de seus benefícios, é preciso que haja um bom planejamento. Algumas dicas são:

  • escolher plantas comerciais para gerar mais renda — no Brasil normalmente são escolhidas plantas de cobertura e/ou adubos verdes;
  • utilizar culturas que tenham sistemas radiculares diferentes para deixar efeitos residuais positivos ao solo;
  • associar espécies de rápido desenvolvimento e grande produção de biomassa.

Também vale a pena considerar o uso de algumas tecnologias, como o tratamento das sementes, a adubação, o controle de erosão e o uso de defensivos contra plantas daninhas e pragas.

Outra prática essencial para a o sucesso da rotação de culturas é o manejo de irrigação. No link anterior, colocamos o artigo em que falamos detalhadamente sobre os benefícios e como funciona essa técnica na irrigação!

Todas as dicas acima precisam considerar as condições ambientais do local como o clima e o tipo de solo. Elas que vão ajudá-lo a definir as espécies que farão parte da rotação!

E então, viu só como os benefícios da rotação de culturas são vários e vale a pena adotá-la na sua plantação? Siga nossas dicas e aumente a saúde do solo e a produtividade do seu plantio. Boa sorte!

Powered by Rock Convert

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *