Fique sabendo tudo o que for relacionado a irrigação.

Ver mais notícias

Sensor de umidade do solo: para que serve e como funciona

Sensor de umidade do solo: para que serve e como funciona

Monitorar a quantidade de água no solo pode fazer uma grande diferença na produtividade da sua lavoura. Ao medir a quantidade de água presente no solo de maneira precisa, você consegue fazer um uso inteligente dos sistemas de irrigação, utilizando os seus recursos de forma mais assertiva.

Conhecer as características climáticas da região que você produz, sabendo qual a época de chuvas também fará diferença na hora de planejar o plantio, a manutenção, o uso de fertilizantes e, por fim, a colheita da sua lavoura.

De acordo com um levantamento da Organização das Nações Unidas, mais de 70% da água potável em todo o mundo é utilizada na irrigação de lavouras. Mais um motivo para usar os sistemas de irrigação de forma consciente.

Um equipamento que pode aumentar o controle da quantidade de água, auxiliando na previsibilidade da sua produção, é o sensor de umidade. O uso de sensores gera uma economia de até 50% no uso da água para irrigação. O equipamento permite medir a umidade de uma forma mais profunda. Mesmo que o solo esteja aparentemente seco, pode estar com uma quantidade razoável de água na altura das raízes.

Acredite! Ter essa informação de forma mais precisa só irá trazer benefícios para a sua produção. O monitoramento da umidade do solo também reduz os gastos com energia elétrica. Além disso, o produtor fica sabendo quais áreas da sua lavoura apresentam maior facilidade ou dificuldade de reter água.

A seguir, vamos explicar como funciona um sensor de umidade do solo e como usá-lo de maneira eficaz.

Resistência da corrente elétrica é usada na medição do volume de água

Geralmente, um sensor de umidade tem duas sondas que medem a quantidade de volume de água no solo. As sondas criam uma corrente elétrica que permite medir a resistência. O valor da resistência, que varia de 0 a 1.023 (escala utilizada na placa eletrônica), resultará no valor da umidade do solo. Quanto maior a resistência registrada, menor a eletricidade e menor a quantidade de água no solo.

Existem diversos modelos no mercado e um sensor pode ser, inclusive, fabricado em casa, com materiais como vidro e cerâmica. Geralmente, os sensores de umidade contam com um potenciômetro, e o aumento da potência proporciona uma maior sensibilidade dos sensores.

Os sensores de umidade costumam ficar expostos às condições do tempo, sendo preciso ficar atento a essa questão! Procure manter o seu sensor bem armazenado para que a calibração não precise ser tão frequente.

O uso do sensor de umidade juntamente com um sistema inteligente de irrigação deverão trazer ótimos resultados para a sua produção, aumentando a fertilidade do solo e mantendo a qualidade da sua produção.

Se você se interessou pelo assunto, confira o nosso post sobre os 5 fatores que tornam o solo fértil. Qualquer dúvida, entre em contato com a nossa equipe pelos comentários ou pelo site! Nós, da Irrigat, ficaremos felizes em atendê-lo. Até a próxima!

Compartilhar