fbpx

O que é vaquinha da soja? Como se livrar dela?

Vaquinha da soja

Um inseto conhecido como vaquinha da soja frequentemente preocupa agricultores e produtores rurais por causa dos danos que ele causa na lavoura. Mas há formas de prevenir ou eliminar o problema!

No artigo de hoje, saiba quais são as características do inseto, quais os estragos ele provoca e como combatê-lo para preservar sua plantação.

O que é a vaquinha da soja?

A vaquinha da soja é considerada uma praga agrícola. Um pequeno inseto de coloração esverdeada, manchas amareladas no corpo e cabeça marrom, que se reproduz em meio às folhagens e provoca danos em diversos tipos de plantações.

O inseto é da família de besouros Crisomelídeos, sendo que a espécie mais comum aqui no Brasil se chama Diabrotica speciosa (também chamada de vaquinha patriota por causa da coloração verde-e-amarelo).

Características da praga

A vaquinha da soja se reproduz em solos úmidos e escuros, depositando a maior parte dos ovos ao redor das plantas. O produtor rural que estiver atento consegue identificá-los: os ovos são amarelos e têm aproximadamente 0,5mm de diâmetro.

Já a larva mede em torno de 10mm, tem a cor branca e algumas partes pretas, sendo que a crisálida é toda branca. A vaquinha da soja tem um ciclo biológico variável conforme as condições do clima, podem viver entre 24 e 40 dias.

Quais os danos na lavoura?

A vaquinha da soja ataca principalmente as lavouras de milho, soja e feijão, alimentando-se de praticamente todos os componentes das plantas: raízes, sementes, folhas, brotos, frutos e pólen.

Os principais danos que ela causa são: desfolha do cultivo, perfurações nas folhas, debilidade das raízes, falhas na formação de grãos e deformidades no colmo (chama-se “pescoço de ganso” quando o colmo nasce curvado).

Sendo assim, a plantação sofre com déficit hídrico, deficiência nutricional e redução de peso dos grãos (ou ausência de grãos), causando baixo rendimento, pouca produtividade e prejuízos financeiros ao agricultor.

Combater a vaquinha da soja?

Uma das formas de prevenir a vaquinha da soja na lavoura é escolher sementes de qualidade, que sejam mais resistentes à ação do inseto. Cuidar bem da preparação do solo também ajuda a eliminar possíveis plantas hospedeiras.

Porém, uma vez que a praga está instalada, existem formas de manejo para combatê-la e se ver livre do problema. O primeiro passo é monitorar a lavoura para identificar o aparecimento e a proliferação do inseto, bem como os danos já causados. Depois, há duas soluções possíveis:

  • controle químico com a pulverização de inseticidas (com ingredientes ativos de alta persistência) registrados no Agrofit conforme orientação de um engenheiro agrônomo;
  • controle biológico como alternativa complementar para reduzir o uso de inseticidas, evitar a “resistência” das plantas e diminuir os custos.

Considerações finais

Agora que você já sabe as características, os danos causados e as formas de combater a praga, fique atento aos primeiros sinais da vaquinha da soja na sua lavoura e tome medidas rapidamente para salvar a plantação!

Continue aqui no blog da IRRIGAT e veja como acabar com pulgão da lavoura e outras pragas agrícolas resistentes a defensivos. Porque informação é a chave para o sucesso do seu negócio rural! 😉

Powered by Rock Convert